carregando
Carregando...
Caso a página demore muito para carregar,
aperte o botão "atualizar" do seu navegador ou a tecla "F5".

  • Receba informações e promoções de nosso site.


Notícias

Internacional

A Bíblia não muda, diz pastor da Hillsong após Austrália decidir pela legalização do casamento gay

21/11/2017 às 10:42h

O plesbiscito realizado pela Austrália para definir se o casamento gay seria legalizado foi encerrado com vitória do SIM, o que estabelece a união entre pessoas do mesmo sexo como uma nova jurisdição legal. Diante disso, o pastor Brian Houston, presidente da Hillsong Church, destacou que continuará pregando a definição bíblica de casamento.

“Olhem sempre para Jesus”, disse Brian Houston em um comunicado emitido após a divulgação do resultado. “Eu acredito que cada pessoa é criada por Deus com um plano e propósito, e o foco da Igreja Hillsong sempre foi – e sempre será – que as pessoas olhem para Jesus”, reiterou.

“Minha crença pessoal continua a ser nos ensinamentos da Bíblia sobre o casamento, e isso não mudará. O trabalho de nossa igreja continuará como de costume, como acontece em muitas partes do mundo onde o casamento entre pessoas do mesmo sexo é legalizado”, acescentou o pastor.

De acordo com Brian Houston, de agora em diante a luta será para impedir que os ativistas gays imponham às igrejas a obrigação de celebrar cerimônias de união de pessoas do mesmo sexo: “É vital, no entanto, que a legislação proteja os direitos das igrejas, pastores e outros para manter crenças contrárias, baseadas nos ensinamentos tradicionais das Escrituras. A liberdade de religião é uma parte fundamental de uma sociedade democrática e deve ser mantida. Qualquer tentativa de forçar cristãos a comprometer sua fé seria errado”.

Embora o plebiscito realizado na Austrália não tenha poder impositivo sobre o Parlamento para a legalização, analistas políticos consideram que é quase certo que os parlamentares votem a favor da medida, já que 62% dos eleitores que votaram se mostraram favoráveis, e o governo prometeu que permitirá a discussão sobre o assunto até dezembro.

“O povo da Austrália falou, e pretendo fazer do desejo dele uma lei neste país até o Natal. Este é um apelo irresistível para a igualdade matrimonial”, afirmou o primeiro-ministro Malcolm Turnbull.

Brian Houston disse que sua oração é que o país substitua a “raiva, crítica, ódio e intolerância pelo amor, compreensão, aceitação e gentileza”, mas que permanecerá firme em sua crença: “Jesus nos ensinou a manter firmes as nossas convicções, enquanto respeitamos outras pessoas que possuem diferentes pontos de vista”.

Segundo informações do portal Gospel Herald, antes do plebiscito, o pastor foi claro ao orientar os membros de sua igreja: “Eu acredito que a palavra de Deus é clara em afirmar que o casamento é entre um homem e uma mulher. Os escritos do apóstolo Paulo nas Escrituras sobre o tema da homossexualidade também são claros, como mencionei em declarações públicas anteriores”.

Fonte: Gospel Mais

Comentários

Você precisa logar no site para poder enviar comentários. Clique aqui caso ainda não possua um cadastro em nosso site.

     

    1